Prótese DentáriaAs pessoas perdem dentes por motivos como cáries, traumatismos e doenças na gengiva. Quando isso ocorre, o espaço vazio que era ocupado pelo dente deve ser preenchido por uma prótese, não apenas por questões estéticas, mas pelo bem da saúde bucal. Caso isso não seja feito, a pessoa pode sofrer perda óssea e os dentes adjacentes podem se mover na arcada dentária tentando ocupar a área vazia.

A prótese dentária é uma estrutura artificial utilizada para substituir dentes perdidos ou parcialmente quebrados. Seu formato imita os dentes naturais e, às vezes até a gengiva. Os materiais mais utilizados para sua fabricação são resinas, cerâmica e metais.

Além de devolver a função mastigatória, a prótese dentária também cumpre funções fonéticas e estéticas, sendo quase impossível diferenciar algumas delas de um dente natural, principalmente as fixadas por meio de implantes.

Dependendo do tipo de prótese, sua durabilidade, aparência, conforto e preço variam. Elas estão divididas em dois tipos, as fixas e as removíveis, sendo as últimas mais baratas. As próteses removíveis deveriam ser usadas apenas de forma provisória, mas por motivos econômicos, são utilizadas por longos períodos.

Para saber se você necessita de uma prótese, é necessário consultar um dentista. Ela fará uma avaliação e indicará o tipo mais adequado para o seu caso.

As próteses serão fabricadas por um protético, profissional que presta este serviço para os dentistas. Isto é feito em um laboratório de prótese dentária. As próteses não devem ser confundidas com os pivots, que tem caráter provisório.

O que fazer quando o dente doer?

Assim que tiver um problema na boca é importante consultar um dentista de sua confiança. Se você quebrar uma pequena lasca do dente procure o profissional dentário e veja as opções para restaurar ou corrigi-la cosmeticamente. Quando eles estiverem fraturados é necessário decidir se será extraído ou se será preciso um tratamento de canal. Caso o dente seja arrancado de uma vez na boca a sugestão é procurar um dentista imediatamente para uma possível recolocação e reimplantação.

Tipos de Prótese Dentária

Tipos Prótese DentáriaAs próteses dentárias são muito importantes tanto pela estética quanto pela saúde bucal. Quando um dente está faltando, os dentes ao seu lado tendem a ocupar o espaço vago, provocando alterações na arcada dentária. Ocorre também a absorção pelo organismo do osso alveolar, onde ficam implantadas as raízes dos dentes. Isso causa problemas na mastigação e na fala, sem contar também a questão estética.

Para evitar que isso aconteça, é indicado o uso de próteses dentárias. Elas podem ser de vários tipos, dependendo do número de dentes perdidos e da forma de fixação. Saiba mais sobre cada uma delas:

Prótese Removível

As próteses removíveis são aquelas que podem ser retiradas diariamente pelo paciente. Essa característica traz vantagens quanto à higienização, já que podem ser desinfectadas facilmente no momento em que são retiradas. Elas costumam ser mais baratas do que as próteses fixas, mas, em contrapartida, tem um tempo de vida mais curto. Isso ocorre porque seu material é menos resistente e também porque as constantes alterações na boca demandam a mudança da prótese.

Os dentes utilizados nessas próteses costumam ser feitos em acrílico; eventualmente são utilizados dentes de porcelana. Estes últimos custam mais caro; porém, são mais resistentes e têm aparência mais natural. Por outro lado, caso se partam, sua reparação é mais difícil e também, por serem mais duros, provocam maior absorção do osso alveolar, onde ficam implantadas as raízes dos dentes.

As próteses removíveis estão divididas em dois tipos: parciais e totais.

Prótese Removível Parcial

São próteses que substituem um ou mais dentes. Podem ser feitas todas em acrílico ou ter uma parte metálica, o esqueleto. As primeiras são mais baratas e devem ter caráter temporário. Porém, devido à questões econômicas, é comum que sejam utilizadas por longos períodos.

Os moldes para as próteses são confeccionados a partir dos dentes permanentes. Ficam apoiadas nos tecidos moles ou, no caso das esqueléticas, nos dentes naturais vizinhos.

Prótese Removível Total

Mais conhecidas como dentaduras, as próteses totais são aquelas que substituem todos os dentes de uma arcada. Costumam ser feitas em acrílico. Para manter-se na boca, apoiam-se nos tecidos moles e na estrutura óssea. Além disso, a língua, os músculos faciais e, no caso da arcada superior, o vácuo entre o céu da boca e a parte interna da prótese,ajudam na sua fixação.

Em pessoas que têm grande reabsorção do osso alveolar, a fixação desse tipo de prótese é muito difícil, sendo recomendado o uso de implantes.

Prótese fixa

São aquelas que não podem ser removidas diariamente pelo paciente. Sua higienização é mais difícil, podendo ser limpas apenas pela escovação. Até o uso de fio dental é restrito em alguns casos.

Elas são indicadas principalmente no caso de pacientes que têm poucos dentes faltando. Apesar de mais caras do que as próteses removíveis, compensam na estética e na durabilidade. Elas estão divididas entre coroas, pontes e prótese total suportada por implantes.

Coroas

As coroas são utilizadas quando existe uma parte remanescente do dente. Ela é cimentada nessa estrutura natural e busca reconstruir a coroa natural do dente. Existe também uma prótese chamada Coroa Richmond, usada quando o dente foi quase todo destruído, restando apenas a raiz. A prótese é fixada por uma extensão que entra na raiz pelo canal pulpar (canal do nervo).

Pontes

É uma restauração utilizada na substituição de um ou mais dentes. Ela tem esse nome, pois sua fixação é feita por um apoio nos dentes naturais vizinhos ao dente perdido.

Prótese FixaTotal apoiada em implantes

Hoje em dia, é possível fazer próteses totais, ou seja, de toda a arcada dentária, utilizando pontes ou coroas apoiadas em implantes. Mesmo que a pessoa não tenha dentes remanescentes, as próteses podem ser fixadas nos implantes.

Preço da Prótese Dentária

O preço de uma prótese dentária varia muito. Quanto mais dentes forem necessários, mais cara será a prótese. Além disso, os valores variam de acordo com o material utilizado e o tipo de fixação. Implantes são sempre mais caros do que próteses removíveis, assim como as pontes são mais caras do que uma simples coroa. As próteses feitas de resina são mais econômicas do que aquelas em que os dentes são feitos de porcelana. O uso de metal também pode torná-las mais caras.

Cuidados com a Prótese Dentária

Cudados Prótese DentáriaÉ correto dormir de dentadura?

Apesar de ser um hábito comum entre os pacientes, dormir com a dentadura não é recomendado. É bom retirá-las durante a noite para que os tecidos da boca não fiquem constantemente sob a ação da prótese e de seus microrganismos. Além disso, essa prática diminui a estabilidade da prótese, já que a pessoa tende a retê-la pela ação muscular ou apertando os dentes por toda a noite, o que pode causar dor. O correto é armazená-la em um copo com água e bicarbonato de sódio ou produtos efervescentes próprios para a limpeza de próteses.

Como limpar uma dentadura?

Sempre que for higienizar sua prótese, forre a pia com uma toalha. Caso a dentadura caia durante o manuseio, os riscos de uma fissura serão menores.

A prótese removível total deve ser limpa depois de cada refeição. Para isso, deve ser utilizada uma escova própria para dentaduras ou escova de cerdas macias, pasta de dente, água e sabão. O acúmulo de tártaro pode provocar mau cheiro e diminuiu a vida útil da dentadura.

Não devem ser utilizados produtos como água sanitária e pós de limpeza, eles descolorem e arranham o acrílico.

Durante a noite, a prótese deve ser removida e mantida em um recipiente com água e bicarbonato de sódio ou produtos efervescentes, próprios para a limpeza química de dentaduras. Esse tipo de produto tem sido muito útil para idosos e pessoas com problemas de coordenação motora, que não conseguem realizar corretamente a limpeza mecânica da prótese.

Como fazer a higiene bucal de uma pessoa que não tem dentes?

Uma pessoa que usa prótese removível total deve ter alguns cuidados com a higiene da boca. Com uma escova de cerdas macias e pasta de dente, ela deve escovar a língua com movimentos suaves. Além disso, são recomendados bochechos com antissépticos bucais ou uma mistura de um copo de água filtrada e duas colheres de chá de bicarbonato de sódio.

É recomendado utilizar produtos de fixação?

Os pós adesivos quase nunca são necessários, devendo utilizá-los somente sob orientação médica. O uso contínuo desses produtos aumenta a pressão exercida pela prótese, causando contração das gengivas. Isso tornará a dentadura ainda mais instável, sendo necessária a utilização de uma quantidade maior do pó fixador, gerando um ciclo vicioso.

Quanto tempo dura uma dentadura?

Uma prótese total removível tem vida útil de, no máximo cinco anos. O dentista deverá, então, fazer uma análise que envolva questões estéticas e de saúde bucal, como a reabsorção óssea e o desgaste dos dentes, para indicar ou não uma nova dentadura.

O que fazer se minha prótese quebrar?

Não tente consertar sua dentadura sozinho. Se tentar colá-la, além de não conseguir encontrar o encaixe perfeito, dificultando o trabalho do protético que for repará-la, o desnível causado pelo remendo pode provocar ferimentos na boca. Há também o risco de liberação de substâncias tóxicas presentes na cola, o que pode ser prejudicial para o organismo. Procure seu dentista ou um protéico para tentar solucionar o problema.

Como é a adaptação da prótese?

É normal que o paciente sinta algum desconforto e dor nos primeiros dias de uso da prótese removível total. É normal também que a pessoa sinta náuseas e dificuldade na fala. Isto é passageiro. O recomendado é que a dentadura seja utilizada pelo máximo de tempo possível, o que torna a adaptação mais rápida.

Podem surgir irritações ou dores nos tecidos da boca. Esse problema é resolvido com pequenos retoques que o dentista pode fazer em sua prótese para adaptá-la melhor.

A fixação se torna melhor à medida em que os músculos faciais se acostumarem com as novas condições.

Que cuidados devo tomar durante as refeições?

Nos primeiros dias, deve-se dar preferência aos alimentos mais fáceis de mastigar. Aos poucos, introduza alimentos sólidos e mastigue devagar. Depois de cada refeição a prótese deve ser removida para higienização.

Técnico Prótese DentáriaComo inserir e remover a prótese?

A prótese deve ser colocada com as duas mãos e sem forçar. Nos primeiros meses talvez seja necessária a ajuda de um espelho. É bom forrar a pia com uma toalha, pois, dessa forma, em caso de queda, a prótese não sofrerá danos.

Porque as próteses totais removíveis machucam?

Isso ocorre porque é muito difícil fazer uma dentadura que não precise de pequenos reparos para ajustar-se melhor. Como sua superfície é dura e o tecido da boca é mole e sensível, qualquer deformação pode provocar inflamações e ulcerações na gengiva. Se isso ocorrer, fale com seu dentista, pois ele realizará os reparos necessários.

Higiene Bucal

A higiene bucal é a melhor forma de prevenir as doenças, como o mau hálito, que podem levar à perda de dentes. Além disso, faz parte de uma boa higiene pessoal. Isso porque elas costumam ser causadas pelo acúmulo da placa bacteriana, que deveria ter sido removida. Saiba o que fazer para cuidar da saúde de sua boca corretamente.

  • A escovação com creme dental deve ser feita, no mínimo, três vezes por dia, de preferência depois das refeições e antes de dormir;
  • O fio dental deve ser usado diariamente;
  • Podem ser utilizados produtos adicionais como os enxágues bucais, mas eles não substituem a escova e o fio dental;
  • A cada seis meses deve ser feita uma limpeza profissional pelo dentista. Essa é a única forma de remover a placa bacteriana;
  • Os dentes devem ser examinados por um dentista ao menos uma vez por ano.

Se esses passos forem seguidos, será mais difícil o surgimento de gengivites e periodontites, que são as maiores causadoras de perda de dentes em adultos.

Curso de Prótese Dentária

Higiene BucalEsse é um curso profissionalizante em que o aluno aprende sobre a confecção de próteses dentárias e aparelhos ortodônticos removíveis. Além disso, trabalham em laboratórios específicos apoiando o cirurgião-dentista. Esse profissional ainda pode atuar em clínicas, empresas odontológicas, hospitais, escolas e prédios públicos.

Atua no laboratório onde confecciona as próteses e pode trabalhar de forma individual ou com uma equipe especializada, mas nunca deve prestar acompanhamento a um paciente. Para que o profissional seja reconhecido, ele deve se inscrever no Conselho Regional de Odontologia (CRO) de seu estado.

O curso é dividido em vários módulos onde o aluno conhece o local de trabalho, anatomia dos dentes e as diversas práticas para a construção de uma prótese dentária. Ao fim do curso, gradua-se em técnico de prótese dentária.